Limão caviar, como usar essa fruta diferente?

Rate this post

Provavelmente você conhece o limão cravo, o limão tahiti e até mesmo o limão siciliano. Mas você já ouviu falar em limão caviar? Bem, essa é uma fruta muito especial que pode ser até mesmo considerada de luxo devido ao seu alto custo.

As frutas geralmente possuem preços populares nas feiras e supermercados. Você pode comprar algumas até mesmo por centavos. E isso ajuda com que a maioria das pessoas tenha acesso a uma grande variedade de frutas.

No entanto, são poucas as pessoas que têm contato com o limão caviar, até porque o quilo da fruta pode custar 2 mil reais. Se você tem em suas mãos a fruta, pode ficar em dúvida sobre, como a usar.

Mas para te ajudar com isso, vamos abordar algumas informações importantes sobre o limão caviar, como usar a fruta e os benefícios que ela pode proporcionar para as pessoas que a consomem.

O que é o limão caviar?

Bem, como você já deve ter notado, o limão caviar é uma fruta. No entanto, a sua origem vem de bem longe. Para sermos mais exatos, é originário da Austrália e possui o nome científico de citrus australasica.

Essa fruta possui esse nome devido a sua aparência interessante. Esse limão, por fora parece uma espécie de pepino, mas por dentro ele é composto de gomos redondos bem pequenos que parecem ovas de peixe, como o próprio caviar.

Além disso, as cores desse limão também podem variar bastante. Você pode encontrá-lo na cor verde, rosa, marrom, laranja e roxo. Essa variação de cores pode acontecer tanto na parte externa, como também na parte interna do limão caviar.

limão caviar

Por que o limão caviar custa tão caro?

O limão caviar chama atenção principalmente pelo seu preço muito elevado. O quilo do limão pode custar mais de 2000 reais em supermercados que vendem esses produtos de luxo. Mas existe uma explicação para esse preço tão elevado, dada pelos produtores de limão caviar.

Geralmente, quando uma fruta ou vegetal custa muito caro, isso acontece por conta da dificuldade no cultivo e cuidados com esses produtos. No caso desse limão, não é diferente. Produtores explicam que a produção de limão caviar é muito difícil e por isso o valor é tão elevado.

Por exemplo, em um pé de limão tahiti, os produtores conseguem colher 200 quilos de limão, duas vezes ao ano. Já em um pé de limão caviar, os produtores só conseguem tirar somente 800 gramas, nesse mesmo período e na mesma área. Por causa disso, esse limão é tão caro, pois ele passa a ser um produto raro, devido a sua dificuldade de cultivo.

Como usar esse limão?

Como usar essa fruta é uma dúvida que a maioria das pessoas que têm contato possuem. Ela é muito utilizada em restaurantes luxuosos para harmonizar pratos com frutos do mar, devido ao seu sabor levemente cítrico.

Além disso, também em restaurantes luxuosos, o limão caviar é utilizado para decorar pratos de luxo, devido às suas cores tão bonitas e ao seu formato delicado.

Mas a fruta também pode ser apreciada in natura. Para isso, basta cortar levemente a sua casca para não destruir os gomos delicados e desfrutar dessa iguaria luxuosa.

Esses são apenas alguns exemplos de como usar, mas você pode usar a criatividade para inserir a fruta em outros pratos que você desejar.

limão caviar

Benefícios do limão caviar

Assim como qualquer outra fruta, esse tipo de limão também possui vitaminas e minerais importantes que beneficiam o nosso organismo.

As frutas cítricas geralmente são ricas em vitamina C e isso se dá também com esse limão. Essa vitamina importante apoia muitas funções do corpo, como por exemplo, fortalecer a imunidade e produzir colágeno para a pele.

Além da vitamina C, esse limão também é rico em vitamina B9. A vitamina B9 é muito importante na produção de glóbulos brancos no sangue. E os glóbulos brancos também são responsáveis pelas defesas do corpo.

Agora que você já conhece o limão caviar como usar essa fruta, aproveite o privilégio que poucos têm de experimentá-la.


Publicado

em

, ,

por

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *